"O MAL SÓ TRIUNFA QUANDO OS HOMENS DE BEM NADA FAZEM". Edmund Burke.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Saiba da importância do preservativo no sexo com penetração anal e se proteja da Prostatite.

Todo homem gay, ou pelo menos a grande maioria, sabe da proteção que o preservativo oferece. Mas nesse post vou falar da proteção que ele oferece a todo homem que pratica o sexo com penetração anal, independente da orientação sexual, em relação a uma determinada doença.
Muitos casais de homens gays acabam abandonando o uso do preservativo, mas muitos desconhecem os riscos que essa atitude pode acarretar (esse assunto já foi abordado no post http://www.uroblogay.blogspot.com.br/2013/10/cuidados-com-o-penis-numa-relacao-sem.html)
Hoje falaremos sobre PROSTATITE, que é uma doença que pode ser só inflamatória ou também infecciosa. Sabemos que, por maior que seja a higiene do reto antes do sexo, a região retal é constantemente infectada por bactérias que podem causar sérias agressões ao trato genital e urinário. A próstata é uma glândula que frequentemente é atacada por essas bactérias. Por se tratar de um órgão onde o fluxo de vasos sanguíneos e linfáticos é difícil, a proteção natural oferecida pelos anticorpos é menor.
Quando há a prostatite, o paciente numa fase aguda pode ter febre, muito ardor para urinar, vontade frequente de micção e em casos mais graves, até mesmo não conseguir urinar e ter que recorrer a um Pronto Atendimento para que seja passada uma sonda para o esvaziamento da bexiga. Antibióticos são utilizados no tratamento e geralmente por um período prolongado, na maioria das vezes por 4 (quatro) semanas.
E mesmo depois de curada a prostatite infecciosa, pode permanecer o processo de inflamação, levando ao que chamamos de Prostatite Crônica e que também causa desconforto. Então, um paciente que se livrou da infecção (melhor assim), pode continuar a ter sintomas e sinais bem desagradáveis, como dor na região do períneo (região entre a bolsa escrotal e o ânus), ardor no canal urinário mesmo sem estar urinando, desejo constante de micção e às vezes, pressa para urinar quando o desejo aparece e que muitas vezes pode ser acompanhado de escapes de urina. O orgasmo também pode se tornar menos agradável, acompanhado de dor à ejaculação e ardor, queimação no canal da urina.
Sem falar dos perigos de uma inflamação crônica na próstata, que tem sido considerado um dos fatores que pode gerar uma agressão que induziria ao aparecimento do câncer neste órgão.
Então, pense bem antes de praticar a penetração anal sem preservativo e divulgue esta informação. Quanto mais velho você for, maior a probabilidade da sua próstata estar aumentada, o que facilita ainda mais o aparecimento da prostatite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Registre aqui a sua dúvida, para que eu possa utilizá-la como ideia para um futuro post.