"O MAL SÓ TRIUNFA QUANDO OS HOMENS DE BEM NADA FAZEM". Edmund Burke.

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Quanto tempo deve durar o ato sexual?

Não existe uma regra sobre quanto tempo deve durar o ato sexual. A duração do ato sexual pode variar de casal para casal e ser influenciado por alguns fatores:

1) Preferência: alguns casais podem querer que seja um ato rápido e outros, que seja algo mais durador.

2) Circunstâncias: casais jovens e/ou muito ocupados podem preferir um ato mais rápido. Casais relaxando num final de semana podem querer um ato mais lento, podendo às vezes ficar horas numa cama.

3) A idade e a saúde do casal: com o avançar da idade, o homem pode precisar de mais tempo para ficar excitado e atingir o orgasmo.

4) Como o casal define o ato sexual: se o casal considera o ato sexual somente enquanto há a penetração, pode durar minutos. Mas se a definição envolve os atos de carinho, beijos, toques, sexo oral, etc..., pode ser mais longo.

Cientificamente o ato sexual é definido como o ato que se inicia com a penetração e termina com orgasmo e isso leva alguns minutos. Em 2005 um estudo analisou esse tempo, avaliando 500 casais (heterossexuais) do mundo todo e concluiu que a média de tempo entre a penetração e orgasmo, varia em torno de 5 (cinco) minutos. Mas os casais, tanto heterossexuais como homossexuais, podem ter uma visão diferente sobre essa questão.

Apesar de que para muitos casais, o tempo não é uma escolha para avaliar a qualidade do ato sexual, há ainda as situações que podem impactar nesse tempo, como por exemplo as situações de ejaculação rápida ou retardada que afligem muitos homens e que já mereceu postagens nesse blog falando sobre as possíveis terapia para essas situações.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Registre aqui a sua dúvida, para que eu possa utilizá-la como ideia para um futuro post.