"O MAL SÓ TRIUNFA QUANDO OS HOMENS DE BEM NADA FAZEM". Edmund Burke.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Prostatite: um risco maior para o homem gay.

A prostatite é uma condição que acomete a próstata, que poder ser somente inflamatória ou também infecciosa. O órgão aumenta de volume devido à inflamação e tende a comprometer agudamente, a forma de micção do homem. Em casos mais severos pode ocorrer febre e até mesmo impossibilidade de urinar. Dor abdominal e na região dos genitais costumam acontecer também.

É uma condição mais frequente no homem adulto, mas não é impossível que acometa um jovem. Normalmente as formas mais comuns dos agentes que causam a infeção atingirem a próstata, é via canal urinário. Mas a contaminação também pode ser sistêmica (pelo sangue, ou por contiguidade).

E porque o homem gay tem um maior risco para apresentar prostatite? Pelo hábito da relação sexual com penetração anal. 

1) Quando é penetrado, pode haver trauma da próstata pelo pênis do parceiro e causar uma prostatite inflamatória. É muito comum escutar como queixa, um homem gay se consultar para saber o porquê do esperma ter se apresentado com sangue, após ter sido penetrado pelo parceiro. 

2) Quando penetra o ânus do parceiro sem preservativo. A região do reto é contaminada e as bactérias que se encontram nessa área, são nocivas ao aparelho urinário. Podem progredir pelo canal urinário e atingir a próstata e quando encontram situação favorável para a contaminação, causam a prostatite infecciosa.

O tratamento da prostatite pode ser simples ou mais complicado. Muitas vezes um antibiótico por no mínimo 02 semanas é suficiente. Para melhorar os sintomas da inflamação (dor abdominal, ardor urinário, frequência miccional intensa), os anti-inflamatórios podem ser úteis. Em casos mais extremos, em que a micção se torna impossível, pode ser necessário a passagem de um cateter na bexiga. Não é frequente, mas se a condição infecciosa for severa, pode ser recomendado uma internação hospitalar.

4 comentários:

  1. Ter o mesmo parceiro, diminui o risco de contrair da prostatite?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua pergunta foi respondida na última postagem: http://uroblogay.blogspot.com.br/2016/08/os-riscos-de-se-ter-multiplos-parceiros.html

      Excluir
  2. Eu e o meu namorado estamos juntos à 10 anos. Sei que ele não tem outros parceiros e eu também não! Mesmo assim é aconselhável o uso do preservativo? Tem algum mal não o usar?

    ResponderExcluir
  3. Acredito que essa postagem aqui e a que fala sobre os riscos do sexo sem preservativo, devam ser lidas por vocês, ok?

    ResponderExcluir

Registre aqui a sua dúvida, para que eu possa utilizá-la como ideia para um futuro post.