"O MAL SÓ TRIUNFA QUANDO OS HOMENS DE BEM NADA FAZEM". Edmund Burke.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

"Nesse novo ano eu quero..."

Começamos o ano sempre com a ideia de querermos coisas novas para as nossas vidas e todo início de ano gosto de repetir essa mensagem.

Um novo parceiro, muitas vezes faz parte deste desejo. E será que você está pronto para ser um homem querido, eleito para ser parceiro de alguém? Sim, porque para você ter alguém, precisará que esse alguém te queira, certo? E como estamos num blog de urologia que escreve para o homem gay, vou listar algumas sugestões para ajudar você a ser um candidato querido por alguém. A mudança tem que começar por você, se é que ela é necessária.

1) Saúde. Para saber se você está saudável, comece fazendo uma avaliação médica urológica que descarte a possibilidade de você ter contraído no passado, uma Doença Sexualmente Transmissível (DST). Uma consulta médica, um exame físico, exames de sangue, de urina e de esperma, é o necessário. Que tal obter informações sobre exames que todo homem gay deveria realizar pelo menos uma vez ao ano? Você se sentiria atraído por um homem que se mostrasse displicente com a saúde dele? E mesmo que não dê importância a isso, concorda que quando o homem pensa em relacionamento, a saúde do parceiro muitas vezes conta?

2) Sexo. Como está a sua performance sexual? Um bom desempenho sexual normalmente é o esperado, para se tornar um homem querido.
  • O orgasmo é rápido demais? Ou demora muito para acontecer? Será que não tem alguma doença por trás desse comportamento, que compromete a performance sexual? 
  • A ereção está falhando e não se sustenta? Ou pior ainda, não está mais acontecendo na hora do ato sexual? Com tanta terapia que oferece uma melhora para a rigidez de um pênis, com certeza alguma coisa pode ser feita.
  • No passado já escrevi sobre ações que podem melhorar o seu desempenho sexual e clicando aqui, você será direcionado para essa postagem.
  • E os problemas anatômicos? Será que você tem fimose e ela está incomodando? O freio do pênis dói no ato sexual e às vezes até mesmo sangra? Com certeza se algo não for feito, e aí falo de cirurgias relativamente rápidas para o reparo do problema, seu comportamento sexual pode deixar a desejar.

3) Segurança. Aí falo de prevenção para não contrair DST. Será que você realmente sabe como usar um preservativo? Não falo só de como colocar o preservativo, mas falo principalmente de quando e qual o momento certo para colocá-lo no seu pênis e/ou no pênis do seu parceiro. Se o seu pretendente perceber que você é um cara antenado com esses cuidados, você pode ganhar muitos pontos na sua avaliação. Sugiro que você clique aqui e assista a um vídeo postado no passado, falando sobre a correta forma de se utilizar um preservativo na hora do ato sexual

É lógico que muitas outras coisas são importantes para você se tornar um homem querido, mas aqui só escrevo sobre questões urológicas. Caso você tenha mais alguma sugestão, utilize o espaço de comentários abaixo para expor a sua dúvida quanto à saúde urológica do homem gay e como sempre faço, utilizarei a sua dica para novas postagens.

2 comentários:

  1. Tenho receio de fazer o teste de HIV ,pois seria como uma bomba pra mim se der positivo,não sei o que faria.Saber ou não saber,qual seria melhor?Gosto muito de fazer oral sem preservativo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vença esse medo e faça o teste de HIV. Sexo oral sem preservativo é uma forma de sexo de risco para a contaminação. Pense que é melhor tratar um vírus que ainda não causou uma doença (AIDS no caso) e com o tratamento, sua saúde ficará estável e você não contaminará outras pessoas. Não deixe de fazer o exame. E torçamos para que o resultado seja negativo.

      Excluir

Registre aqui a sua dúvida, para que eu possa utilizá-la como ideia para um futuro post.