"O MAL SÓ TRIUNFA QUANDO OS HOMENS DE BEM NADA FAZEM". Edmund Burke.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Massageador da próstata.

O massageador de próstata vem sendo muito difundido ultimamente. É um equipamento para ser inserido no ânus do homem e que promete um estímulo interno, capaz de levar ao orgasmo.

Existem vários modelos e o do lado é um dos mais conhecidos. O homem coloca ele mesmo o massageador no ânus e através de contrações do períneo e do ânus, após muito treino, consegue um orgasmo muitas vezes mais prazeroso.

Como mostra a foto embaixo dessa postagem, a extremidade superior é inserida no ânus e deve tocar a próstata. A base fica apoiada no períneo (região entre o ânus e a bolsa escrotal) e no sulco entre as nádegas.

A introdução deve ser acompanhada de muita lubrificação. Não deve haver resistência com atrito para a entrada do  massageador. O máximo a ser introduzido do massageador é normalmente de 10 cm, o suficiente para a que a extremidade toque a próstata.

A maioria dos usuários prefere a colocação deitado de lado, ficando o lado a ser escolhido dependendo do usuário ser destro ou canhoto. A introdução deve ser lenta e após posicionado, o paciente deve encontrar uma posição em que a permanência do massageador seja confortável.

Em seguida, manobras de contração do períneo e do ânus devem ser iniciadas e espera-se que nessa hora a extremidade do massageador comprima a próstata, trazendo prazer e até mesmo o orgasmo. Importante realçar que a sensibilidade varia de pessoa para pessoa e não é sempre que alguém conseguirá o orgasmo. A prática vai tornando essa possibilidade maior. No início pode não haver prazer nenhum e com  o tempo, a situação muda.

Não se recomenda o uso frequente do massageador, devendo haver um intervalo de 2 a 3 dias para repetir o uso. O mais importante é caprichar na lubrificação e os lubrificantes a base de água são os mais indicados, uma vez que óleos e lubrificantes a base de petróleo podem esquentar e gerar sensação de queimação desagradável.