"O MAL SÓ TRIUNFA QUANDO OS HOMENS DE BEM NADA FAZEM". Edmund Burke.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

O médico não pode masturbar um paciente no consultório.

Masturbação não é pecado, mas um médico masturbar um paciente no consultório deve ser, rs. 
Leio com alguma frequência relatos na internet, de pacientes indagando se é normal um médico masturbá-lo durante a consulta médica.


Obtenha o eBook do Uroblogay clicando aqui e leia mais sobre esse assunto.

Os tópicos incluídos no exemplar, são:


1) "Cut" ou "uncut": o que essas palavras em inglês significam e qual a relação com a fimose.

2) Cuidados com o pênis numa relação sem preservativo.

3) Os riscos de se receber sexo oral sem preservativo.

4) As ereções durante o exame físico de próstata.

5) O sexo anal e a próstata.

6) O tamanho da maioria dos pênis.

7) ESMEGMA: o que é isso?

8) Pênis “cut” ou “uncut”: trabalho mostra que a circuncisão pode mexer com a qualidade do prazer sexual.

9) CHECK-UP: exames urológicos que todo homem gay deveria fazer anualmente.

10) O médico não pode masturbar um paciente no consultório.

16 comentários:

  1. Boa tarde. Alguém conhece algum Urologista e Proctologista gay ou simpatizante em Fortaleza/CE? Acredito que ficarei mais a vontade para algumas perguntas.

    ResponderExcluir
  2. Espero que os leitores deste blog no Ceará, possam te ajudar com a indicação.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, Alguém conhece algum profissional urologista gay ou simpatizante no Rio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tmb gostaria de saber ?

      Excluir
    2. Gostaria de um urologista com experiência no trato de gays e trans no Rio com quem eu possa sair do armário.

      Excluir
  4. Mas há algum problema em o médico masturbar o paciente se ambos estiverem de acordo com isso? Eu frequento o mesmo urologista há algum tempo e eu sempre tenho ereção natural ao ser examinado. Nas últimas 2 vezes que me consultei, já com mais intimidade, pedi ao meu médico para me masturbar até eu ejacular e ele concordou em fazê-lo e fez bem. Não tem como ser assédio, por exemplo, já que ambos queríamos aquilo e foi tudo consentido, concorda?

    ResponderExcluir
  5. O que os leitores acham do comentário acima? Vamos abrir um espaço aqui para falar disso? Gostaria de ler a opinião do maior número possível de seguidores.

    ResponderExcluir
  6. Eu concordo com o outro leitor. O meu urologista também me masturba, mas com absoluto sigilo. Acho que não deve partir do médico oferecer a masturbação, e nem cabe ao paciente pedir isso ao médico, se não perceber uma clara abertura para tal. No meu caso, na primeira vez que aconteceu, eu fiquei com o pênis muito duro durante o exame, mas me mostrei claramente confortável com a minha ereção, e o médico também não mostrou qualquer desconforto com a situação e nem fez menção de pausar momentaneamente o exame devido à minha ereção. Como permaneci com o pênis completamente duro e o médico prosseguiu com o exame, mantendo o olhar sempre fixo no meu pênis ereto, eu notei a abertura que mencionei antes. Quando ele terminou o exame, perguntei se ele não poderia me masturbar para eu ejacular, já que eu estava com o pênis duro. O médico aceitou sem problemas e masturbou o meu pênis até que eu vertesse leite. Nas vezes subsequentes, já havia maior intimidade, mas o pedido para receber a masturbação no final do exame sempre partiu de mim, com o consentimento do médico, claro. Eu acho que é só ter bom senso, como tudo na vida.

    ResponderExcluir
  7. Homens que questionam se o médico pode ou não fazer isso em consulta é porque não estão confortáveis com a situação. E, claro, se foram tocados dessa maneira e não se sentiram à vontade, no meu entender está caracterizado o abuso, o assédio por parte do médico. Estimular a ejaculação em um paciente durante uma consulta tem relação mais com um momento de prazer e intimidade entre o médico e o paciente do que exatamente com um exame clínico. Um médico não pode fazer isso à pretexto de examinar o paciente. Nos exemplos descritos dos frequentadores do blog que passaram por essa experiência, fica claro que o exame propriamente dito já havia acabado e o médico o masturbou para dar prazer e/ou relaxar o paciente. Portanto, nessa etapa da consulta, nada havia de clínico nessa atitude. É errado? Se houve consentimento entre ambos não vejo problema. O médico ainda estará contribuindo com a saúde de seu paciente prevenindo o câncer de próstata... rs

    ResponderExcluir
  8. O meu medico tambem examinou meu penis e meus testiculos, abriu meu penis pegou na cabeca girou um poco para ver o cabrestro, abriu uma vez ate o fim do prepucio, porem não fiquei com o pau duro, so ficou mais grosso, ai terminou o exame, confesso que se ele tivesse me masturbado eu nao reclamaria e ate gozaria na boa. nao tenho preconceito, pois quando era mais novo um amigo que me viu mijando achou meu pau grande e pediu para pegar, depois que pegou eu fiquei complatamente de pau muito duro, ele a meu pedido abril e fechou varias vezes e terminei gozando com muito esperma, depois ele sempre ia na minha casa me masturbar.

    ResponderExcluir
  9. Conheci pelo you tube e agora pelo blog.. incrivel o canal.. poderia fazer um post sobre a marapuana?? realmente aumenta a libido??

    ResponderExcluir
  10. Doutor Cid Zauli, qual a opinião do doutor a respeito desse tema?

    ResponderExcluir
  11. A minha opinião é o tema da postagem e ao lê-la, o senhor saberá o qual o procedimento correto.

    ResponderExcluir
  12. Alguém pode ajudar esse leitor? Eu não saberia indicar.

    ResponderExcluir

Registre aqui a sua dúvida, para que eu possa utilizá-la como ideia para um futuro post.