"O MAL SÓ TRIUNFA QUANDO OS HOMENS DE BEM NADA FAZEM". Edmund Burke.

terça-feira, 20 de março de 2018

Orgasmo pelo estímulo da próstata.

Nem todo homem consegue atingir o orgasmo pelo estímulo da próstata e mesmo os que conseguem, podem ter precisado de algum tempo para consegui-lo. Homens gays, principalmente os passivos, conseguem com muita frequência e os que não conseguem, procuram por auxílio para conseguir.

Muito importante lembrar que, ao contrário da vagina, a região anal não tem lubrificação própria e por isso é INDISPENSÁVEL  caprichar no uso de lubrificantes, preferencialmente aqueles à base de água e não glicerina.

A próstata é uma glândula do tamanho de uma noz, que fica abaixo da bexiga e na frente da porção do intestino chamada de reto. Não se sabe o porquê do orgasmo pelo estímulo da próstata, mas como ela é cercada de uma rede de nervos sensitivos, para alguns homens o estímulo desses nervos pode ser extremamente prazeroso e levar ao orgasmo. A função da próstata é produzir o líquido seminal e ajudar na eliminação dos espermatozoides.

As três formas de se levar a um orgasmo pelo estímulo da próstata envolvem a massagem da próstata:

1) Pelo parceiro sexual com o dedo preferencialmente protegido por uma luva de látex e bem lubrificado. O dedo é inserido no ânus e a próstata, quando localizada, é massageada pelo parceiro até o orgasmo ocorrer.

2) Utilizando brinquedos sexuais (os sex toys) que podem ser adquiridos em Sex Shops (reais ou virtuais), seja sozinho ou com o auxílio do parceiro. Já escrevi sobre isso e clique aqui para ler a postagem.

3) Pela penetração do pênis do parceiro que ao estimular a próstata dele, gera os estímulos considerados excitantes e que levam ao orgasmo.

Para que o orgasmo ocorra, é importante frisar que tem que haver contato, movimentos, pressão (mais ou menos intensa) de forma repetida da próstata. Como disse no início dessa postagem, atingir o orgasmo  pelo estímulo da próstata pode levar algum tempo, para que o homem se acostume e chegue lá. Um aconselhamento médico pode auxiliar a saber a forma correta de executar a massagem na próstata e levar a um orgasmo.

terça-feira, 6 de março de 2018

O pênis irritado!

Fico surpreso com a quantidade de leitores que me escrevem, preocupados com manchas e irritações que aparecem no pênis após um ato sexual. Vou tentar acalmar esse público, relatando algumas situações.

O ato sexual é algo que irrita muito o pênis, pois há fricção e exposição da glande a locais que podem ser agressivos só por estar ali. O uso de preservativos pode amenizar isso, mas muitos homens têm reação ao contato do pênis com o látex do preservativo e até mesmo aos lubrificantes e espermicidas muitas vezes adicionados aos mesmos. E com o atrito da penetração, essa irritação se torna mais potente.

Quando não há uso do preservativo, a exposição e a irritação é maior. No caso de uma penetração anal ainda há a exposição do pênis ao ambiente intestinal, colonizado por bactérias, cheio de fezes. O uso de lubrificantes diminui o atrito, mas não impede que ocorra a irritação.

É comum o pênis se apresentar avermelhado, muitas vezes com manchas e pintas avermelhadas, que podem permanecer até o dia seguinte do ato sexual. O normal é que, quando ocorrem, regridam espontaneamente se não houver outro ato sexual. O que pode amenizar essa irritação é um banho logo após o ato sexual e limpeza do pênis com água boricada antes de se vestir.

Mas se a irritação não regredir e começar a preocupar, o mais adequado é agendar um atendimento médico para orientações mais adequadas e eventuais tratamentos que se façam necessários.