"O MAL SÓ TRIUNFA QUANDO OS HOMENS DE BEM NADA FAZEM". Edmund Burke.

terça-feira, 17 de março de 2020

Novo coronavírus e algumas informações.

O novo coronavírus, o Covid-19, vem chegando no Brasil e se mostrando com grande capacidade de contaminação. As primeiras queixas de quem se infecta, são: febre, tosse, espirro, dor de cabeça e/ou garganta. Muitos são assintomáticos, ou seja, de nada reclamam. Acho que nessa altura do campeonato, a grande maioria se encontra bem informada, mas nunca é demais reforçar as medidas para diminuir os riscos de disseminação.

1) Evite aglomerações. Deixe o papo com os amigos e as baladas fora da sua programação. Se puder, fique em casa. Fique com a sua família ou sozinho mesmo e nesse caso, mantenha o contato com os seus conhecidos, através das inúmeras formas possíveis: WhatsApp, celular, redes sociais. Não é o melhor momento para se frequentar ambientes para a prática de sexo, como saunas e cruising bar. Idas à academia também precisam ser repensadas, porém estar em ambiente aberto, ventilado (parques, beira-mar, beira-rio) para uma caminhada/ corrida e sem pessoas ao redor, pode fazer bem, desde que você esteja saudável.

2) Lave bem as mãos. Sabonete comum já é o suficiente. Ensaboe e esfregue bem as mãos, entre os dedos, palma, dorso, ponta dos dedos, todos. Vinte segundos é suficiente. Álcool gel é um ótimo substituto para a higiene das mãos quando no trânsito pelas ruas, fora dos locais onde o enxague não é possível.

3) Camisinha. O vírus passa pelas secreções e também pelas fezes. Sacou?

4) Só procure por assistência médica hospitalar no caso de febre alta que não cede aos antitérmicos (paracetamol ou dipirona são os indicados) e/ou falta de ar. Estar num Pronto Socorro aumenta muito os seus riscos e pode dificultar o acesso às terapias de quem realmente está em situação mais séria. Sem contar que as outras urgências, como infarto, derrame, fraturas, cólicas renais, acidentes, também continuarão existindo e o excesso de pessoas vai atrapalhar este tipo de assistência.

5) Mantenha utensílios de uso frequente, como aparelhos de celular e tablets, constantemente higienizados com pano umedecido em álcool.

6) Não compartilhe objetos de uso pessoal: toalhas, canetas, copos, garrafas, lenços, etc..

7) Caso seja infectado por qualquer virose das vias aéreas, fique em casa, isolado, em ambiente bem ventilado, se possível com banheiro só para você e lave suas roupas separadas das dos outros com quem você convive. Caso tenha um médico que te assiste, faça contato para maiores orientações, mesmo que à distância. Nós médicos estamos sendo orientados a minimizar as necessidades de internação hospitalar.E se espirrar e/ou tossir, cubra com um lenço que deve ser logo descartado ou com o braço, na altura do cotovelo.Nunca com as mãos e jamais sem proteção. Caso tenha contato com pessoas que já estão com o diagnóstico de Covid-19, vale a pena ficar afastado, em casa, por 14 dias e observar a sua evolução. Se houver piora do quadro, vá até a uma UBS (Unidade Básica de Saúde) próximo à sua residência

8) Cuide dos idosos, os mais suscetíveis às complicações pela infecção pelo Covid-19. Não só os seus familiares, mas aquele vizinho/a que você sempre vê sozinho. De repente, ajude na compra de remédios ou alimentos. Se mostre presente para algum auxílio. 

Acho que apenas reforcei os cuidados que são necessários. Pode ser que iniciem o confinamento das pessoas, para diminuir a circulação pública, medida que se mostrou muito eficaz em Singapura, Hong Kong e Coreia do Sul. A virose já chegou, vai se disseminar e temos que minimizar os riscos de explosão de casos, o que geraria um caos no atendimento médico. Mas como o Brasil tem dimensões continentais, essas medidas podem variar de acordo com as regiões. Fique atento aos noticiários e siga as medidas de prevenção. Dê sim, importância à situação.

terça-feira, 3 de março de 2020

Formas do homem "cuidar" dos testículos.

Os testículos têm importante função sexual e de reprodução na vida do homem. Eles permanecem "pendurados" dentro da bolsa escrotal, no meio das coxas, pois é importante que se mantenham com temperatura um pouco abaixo da do corpo. Devido à esta localização estão mais sujeitos a acidentes. É importante que você tome alguns cuidados a fim de evitar que os seus testículos sejam traumatizados. Algumas formas de evitar isso:

1) Usar cuecas apertadas, ou até mesmo suspensórios atléticos, quando for praticar esportes que exijam movimentos rápidos (basquete, futebol e semelhantes).

2) Use sempre cinto de segurança quando estiver andando de carro ou outro meio de locomoção.

3) Cuidado ao andar de bicicleta, motocicleta e veículos parecidos.

4) Tenha muito cuidado ao manipular maquinários.

Também é importante o homem se auto-avaliar, pelo menos uma vez ao mês:

a) após o banho, mantenha-se em pé.

b) observe se há algum inchaço dentro da bolsa escrotal.

c) segurando com delicadeza o escroto, palpe e veja se há algo diferente do habitual internamente.

d) atente para a presença de alguma anormalidade.

Se você achar que está com alguma anormalidade, como um machucado, um inchaço, uma dor ou um gramento, procure ser avaliado por um Médico Urologista, que avaliará e também poderá te orientar aos futuros auto-exames.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Aumento peniano: uma possibilidade em estudo.

Existe uma síndrome chamada de Síndrome do Pênis Pequeno que leva muitos homens ao sofrimento, por se considerarem portadores de pênis pequenos. Síndrome que afeta até homens com pênis que apresentam medidas normais.

Para os homens que sofrem dessa síndrome, foi testado na Coréia um tratamento com substâncias preenchedoras utilizadas na área da cosmética , facial é um exemplo. São elas: o ácido hialurônico e o ácido polilático. As duas substâncias são absorvidas com o tempo e infelizmente esse procedimento acaba não sendo definitivo.

O estudo, que acompanhou por 24 semanas esses indivíduos, mostrou que o ácido hialurônico oferece um resultado mais rápido e melhor em relação à nova circunferência do pênis. Ambas as substâncias levaram à uma melhora da auto-estima e do conforto com o novo tamanho do pênis dos pacientes acompanhados. Novos estudos por tempo mais prolongado, são necessários para uma melhor abordagem da situação.

Importante: o tratamento aumenta a circunferência do pênis e não o comprimento.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Consentimento sexual!

Você já parou para pensar nisso? Homens gays conversando sobre consentimento para fazer e o que fazer no ato sexual? Parece até algo inexistente no hábito sexual, principalmente quando pensamos nos ambientes das festas, das saunas e dos encontros para sexo.

Mas é necessário refletir sobre isso e lembrar que às vezes consentir sexo com um novo parceiro e deixar claro sobre o que curte fazer, é uma forma de respeitar e ser respeitado.

Vou deixar algumas dicas e você avalia o que seria interessante acrescentar aos seus hábitos, ok?

1) Simplesmente pergunte: você quer fazer sexo comigo? O sim, é um consentimento.

2) Pergunte se quer realizar sexo com penetração, deixe claro sua preferência em penetrar e/ou ser penetrado, se gosta da prática do sexo oral e em que posição. Conversem sobre todas as possíveis formas de sexo e deixem claro o que querem ou não fazer. Também é um consentimento discutir antes de tentar qualquer manobra nova.

Lembre-se que um consentimento no início pode mudar na evolução da transa. Respeite isso. Às vezes o dizer não pode ser difícil, então fique atento aos gestos e posicionamentos corporais. Hesitação muitas vezes é uma forma de dizer não.

O correto é haver consentimento antes de qualquer relação sexual e para cada forma de se realizar o ato sexual. Importante dizer: pessoas sobre a influência de bebidas alcoólicas, drogas, estão incapacitadas de dar consentimento sexual.

Parceiros sexuais também devem ter idade e maturidade suficientes, para saberem avaliar o que está para acontecer e consentir.

Conversar sobre sexo para muitos homens ainda pode ser uma coisa estranha, desconfortável. Mas invista nisso e deixe sempre tudo muito claro na sua relação mais intimista. Respeite-se, respeite os outros e fique atento para mudanças de atitude durante o ato sexual. E nunca diga para o seu parceiro aquilo que você acha que ele curtiria, só para tê-lo. Seja honesto.