"O MAL SÓ TRIUNFA QUANDO OS HOMENS DE BEM NADA FAZEM". Edmund Burke.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Como "turbinar" seu desempenho sexual!

Sim, para muitos homens melhorar o ato sexual é necessário e possível. E em pleno século 21 temos muitos medicamentos que podem ajudar, mas é preciso que se dê um primeiro passo em direção a essa conquista, agendando uma consulta com um médico urologista, especialista no assunto.

É importante lembrar que o ato sexual é uma atividade aeróbica, então prepare-se para ele. Mantenha o hábito de exercitar-se sempre e cuidado para não ganhar peso, muito comum com o avançar da idade e as facilidades do mundo moderno, que exigem cada vez menos que nos mexamos.

Falta desejo sexual? Não seria hormonal? Hoje temos a Bayer produzindo Nebido, que é um hormônio injetável que se aplica a cada 10 a 12 semanas e que repõe a testosterona que falta, de forma muito semelhante àquela que o corpo humano produz. Temos o Axeron produzido pela Lilly, em forma de gel, que deve ser aplicado diariamente sobre a pele.

O humor não está bom ou o clima no relacionamento está frio, temos a ocitocina (leia post falando sobre essa droga no blog Cid Zauli) aplicada diariamente na forma de spray nasal que melhora esse mal estar, principalmente se utilizado pelos dois.

O orgasmo está rápido demais e a ejaculação precoce está atrapalhando, descartada as doenças que causam isso, contamos hoje com o auxílio dos inibidores de recaptação da serotonina que ajudam muito e nesse grupo, a dapoxetina tem papel importante. Para não ser repetitivo, leia post publicado neste blog em outra ocasião.

Agora se o assunto é falta de rigidez, nesse campo então acho pouco provável que você nunca tenha ouvido falar nos produtos da Pfizer (Viagra/ sildenafila), ou da Bayer (Levitra/ vardenafila) ou da Lilly (Cialis/ tadalafila). Já disponíveis no Brasil há mais de 10 anos, esses medicamentos revolucionaram o tratamento da disfunção erétil. Sem contar que com a frequência que passaram a ser ingeridos, muitos se mostraram efetivos no combate dos sintomas de outras doenças, como é o caso do Cialis (tadalafila) que hoje, na dosagem de 5mg/dia, é ratificado mundialmente para melhorar a micção dos homens que sofrem com o crescimento benigno da próstata, que aos poucos fecha a passagem da urina.

Mas se mesmo assim ainda há deficit de rigidez, temos formas mais agressivas, porém extremamente úteis, de terapias injetáveis intracavernosas, ou seja, dentro dos corpos penianos. A maioria dos pacientes quando tem esse tipo de tratamento sugerido, faz cara de susto e rejeição, mas com treinamento rápido e eficaz, ele e/ou o parceiro está apto a iniciá-la. Estou falando das drogas papaverina, prostaglandina, fentolamina, atropina e suas várias formas de associação e que por isso mesmo, requerem a utilização de uma farmácia de manipulação.

E não podemos deixar de falar nas substâncias manipuladas, como Tribulus terrestris que é uma erva daninha, que parece aumentar os níveis de testosterona no sangue transitoriamente e com isso, melhorar libido e ereção. Também temos a Ioimbina que é uma substância que pode melhorar o desempenho sexual, uma vez que melhora o fluxo de sangue para a região dos genitais masculinos.

Espero ter te mostrado evidências que muita coisa pode ser feita para melhorar a performance sexual. Para que atitudes corretas sejam tomadas, procure um profissional de sua confiança e mãos à obra!



4 comentários:

  1. Eduardo Contagem MG24 de setembro de 2015 12:20

    Olá Cid!
    Tenho 35 anos, sou homossexual, e acabo de descobri seu blog! Gostaria que me ajudasse com algo que me atormenta há anos...
    Minha primeira relação sexual (onde houve penetração) foi aos 16 anos. O cara tinha um pênis avantajado, não foi nada carinhoso ao me penetrar (já que era minha primeira vez) e eu senti muita dor.
    Devido a isso, nunca mais tive coragem de ser penetrado. Com 24 anos tive um caso e o cara pediu que eu o penetrasse, assim que eu o penetrei eu gozei. Mais uma vez fiquei frustrado devido a isso e nunca mais tive coragem de penetrar ninguém.
    Passei então a me classificar como Gouine pois não rola penetração em minhas relações (pelo menos na maioria delas).
    Já tentei algumas vezes ser passivo, estava relaxado, excitado, com uma pessoa bacana, local propício enfim... tudo a favor mas eu sempre sinto MUITA dor. Ao ser penetrado é uma dor insuportável, como se estivesse cortando com uma lâmina. Aí eu tiro, espero a dor passar e me permito ser penetrado novamente, aí vai, mas quando o cara está se movimentando sinto muita dor, as vezes sinto vontade de fazer xixi (como se estivesse cutucando minha bexiga) e isso é independente do tamanho do membro do cara. O máximo que já consegui foi não sentir tanto desconforto, agora, prazer no ato sexual sendo passivo nunca senti.
    Tenho relato de amigos já conseguiram gozar sem se masturbarem, só sendo penetrados...
    Já li várias vezes que o homem pode ter orgasmos maravilhosos sendo massageado na próstata, mas pode ser que algum não sinta prazer e sinta dor?

    Outra questão é que me encontro querendo ser ativo novamente, é muito difícil encontrar alguém que concorde em ter uma relação sem penetração, mas tenho comigo aquele trauma lá dos 24 anos quando penetrei o cara e gozei no mesmo momento.
    Quando era pré adolescente fiz cirurgia de fimose, mas o médico não faz direito e apesar de ter amenizado, eu ainda não consigo baixar todo prepúcio principalmente quando estou com o pênis ereto, será que por minha glande ficar sempre coberta, ela é mais sensível e quando eu fui penetrar o cara (que ela estava exposta mesmo estando de camisinha) a sensibilidade foi tanta que eu gozei? Será que sempre vai ser assim? O que posso fazer para que consiga descer totalmente meu prepúcio?
    Isso tem me impedido de tentar novamente....
    Não sou sedentário, faço exames regulamente, sou saudável enfim... se puder me ajudar, orientar.
    Muito obrigado.
    Edu

    ResponderExcluir
  2. Seu relato é muito grande e este não é o local ideal para se tratar disso. Os comentários devem ser usados para sugerir assuntos ou relatar situações que enriqueçam a postagem.
    O senhor precisa se consultar com um proctologista para avaliar a questão da dor anal. E com um urologista para avaliar as questões do pênis e da ejaculação rápida. Nos dois casos será necessário uma avaliação presencial.
    Neste blog há postagens mais antigas falando sobre hemorróidas e ejaculação rápida. Veja se acrescentam informações para o senhor.

    ResponderExcluir
  3. o uso de viagra n pode causar vicios ?

    ResponderExcluir
  4. Acabei de postar uma nova matéria, falando sobre isso.
    http://uroblogay.blogspot.com.br/2016/01/viagra-vicia-me-indagam-os-leitores.html

    ResponderExcluir

Registre aqui a sua dúvida, para que eu possa utilizá-la como ideia para um futuro post.