"O MAL SÓ TRIUNFA QUANDO OS HOMENS DE BEM NADA FAZEM". Edmund Burke.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Balanopostite: uma inflamação no pênis que assusta.

Recebo com muita frequência neste blog, perguntas relacionadas a processos de inflamação e irritação no pênis. Hoje vou escrever novamente sobre balanopostite, que é justamente isso: uma irritação com vermelhidão, muitas vezes associada a ardor e coceira local, que acomete a região da glande do pênis, assim como a pele que o recobre (prepúcio) nos pênis uncut e pode se estender para todo o pênis. Também pode cursar com a presença de secreção, descrito pelos pacientes como pus.


A foto ao lado ilustra como que na maioria das vezes o pênis fica, quando acometido pela balanopostite. Muitas vezes podem se formar áreas mais localizadas de vermelhidão e outras, uma forma mais generalizada.

E o aparecimento pode ser súbito, ou seja, o paciente pode ir dormir com o aspecto do pênis normal e acordar no dia seguinte já com o órgão inflamado.

E o que causa a balanopostite no homem gay?

1) Condições anatômicas, como o caso dos pênis uncut, favorecem ao aparecimento. É importante se preocupar com a higiene do pênis, principalmente após um ato sexual quando não se utiliza mais o preservativo.

2) Praticar sexo sem proteção e expor-se às infecções sexualmente transmissíveis, tanto no sexo com penetração anal como ao receber sexo oral.

3) No caso do homem gay que pratica a penetração anal sem preservativo, lembrar que o atrito na hora da penetração anal é maior e logo em seguida, o pênis fica exposto a uma área normalmente contaminada por bactérias do reto. E nesse caso, a chance de uma infecção é maior e só isso pode ser causa de balanopostite. Há muitos homens que por esse motivo, não podem abrir mão do uso de preservativos.

4) Muitas vezes há uma infecção urinária e/ou no esperma. Após a ejaculação, o esperma entra em contado com a pele do pênis, principalmente se há o uso do preservativo, causando uma irritação na pele do pênis. 

Como evitar? 

1) Prevenir-se das infecções externas, que vêm do ato sexual, fazendo uso de preservativos.

2) Cuidar da higiene genital após um ato sexual, principalmente se não fizer uso de preservativos.

3) Descartar infecções urinárias e/ou no esperma, realizando exames de rotina. Já escrevi aqui nesse blog,  sobre a necessidade de todo homem gay realizar exames anualmente.

Como tratar?

1) Muitas vezes a higiene do pênis com água boricada reverte o processo. Deve ser feita no mínimo duas vezes ao dia, de preferência após um banho.

2) Uma consulta médica pode ser necessária, caso a medida acima não resolva e nesse momento, o Urologista pode necessitar de exames laboratoriais complementares ou já orientar para algum tratamento com medicamento tópico (creme, gel, pomada).

3) Há pacientes que só ficam livres definitivamente das balanopostites, realizando a cirurgia para corrigir uma fimose ou para retirar o excesso de pele (prepúcio) que cobre a glande.

Espero ter auxiliado você e conto com a divulgação desse assunto junto a seus amigos.

8 comentários:

  1. Não encontrei espaço para pergunta, então me encaminho por aqui. Tenho uma dúvida, sobre sexo oral em caso de casal, sorodiscordantes. É transmissível o HIV pelo sexo oral anal em ambos?

    ResponderExcluir
  2. Grato pelo contato. Já há uma postagem nesse blog, falando dos riscos sobre o sexo oral sem preservativos, ok?

    ResponderExcluir
  3. Tenho essa balanopostite frequentemente, como faço para uma marcar uma consulta? Ela vai e volta, mesmo sem ter relaçoes com meu parceiro. O que pode estar havendo ? Tenho hipotiroidismo. Tem haver com baixa imunidade ? Está muito recorrente há uns 4 meses. Uso Dermodex tratamento, o qual alivia os sintomas e tomo fluconazol em dose única quando a pomada sozinha não faz efeito. Estou sofrendo com isso, já fui a vários médicos e nada resolvi, primeiro eles olham para gente com um olhar homofóbico, a grande maioria, com isso acaba nao ajudando em nada e o problema não solucionado. Sou do RJ capital e gostaria de marcar uma consulta. Obrigado.

    ResponderExcluir
  4. Grato pelo contato.
    Acesse www.clinicacz.com para obter maiores informações sobre contato para agendamento de consultas.

    ResponderExcluir
  5. Doutor Cid, existem algumas doenças ou infecções que causem o aumento do pênis? Já li a respeito de alguns males que acometem a bolsa escrotal e fazem com que ela aumente de volume mas, em relação ao pênis? Isso também acontece? A razão de minha pergunta se dá em função de um link que recebi e copio abaixo para seu conhecimento
    https://m.youtube.com/watch?v=0R0YDXhskTo
    Apesar de parecer somente um pênis muito grande, um amigo insistiu comigo que devia haver a presença de alguma infecção, algum mal que faz com que o órgão se apresente com esse volume e com essa espessura. Em sua opinião, esse fenômeno é manifestação de alguma doença? Mesmo uma doença genética? Existem relatos médicos que contemplem o caso desse homem do vídeo? Se sim , um pênis nessa condição pode ser considerado normal em relação à sua funcionalidade? Desde já agradeço

    ResponderExcluir
  6. Esse vídeo viralizou. Doenças como elefantíase, podem causar esse mal. Um pênis como esse, dificilmente se sustenta para cima quando em ereção.

    ResponderExcluir
  7. Candidíase e balanopostite podem ser tratados pelo dermatologista? É que meu plano só tem um urologista e não gostei dele.

    ResponderExcluir

Registre aqui a sua dúvida, para que eu possa utilizá-la como ideia para um futuro post.